16/07/2019 às 22h00min - Atualizada em 16/07/2019 às 22h00min

10 casais da localidade de Terra Firme, em Tartarugalzinho, celebram união no Programa Casamento na Comunidade

A comunidade, distante e majoritariamente ocupada por pescadores, agricultores e pecuaristas, se sentiu feliz em receber e ser abraçada pelo Poder Judiciário neste ato.

TJAP
A Justiça do Amapá, por meio do Programa Casamento na Comunidade, realizou o grande sonho de matrimônio de 10 casais que não tinham condições ou oportunidade de oficializar a união. (TJAP)

A Justiça do Amapá, por meio do Programa Casamento na Comunidade, realizou o grande sonho de matrimônio de 10 casais que não tinham condições ou oportunidade de oficializar a união. Eles são moradores da pequena comunidade rural de Terra Firme, localizada a 50 km do município de Tartarugalzinho. A celebração, realizada no último sábado (13), se deu no Templo da Assembleia de Deus e contou com a cooperação da Prefeitura e do Cartório Municipal, que foi celebrado diretamente pelo juiz de paz Francisco Alves.

De acordo com o juiz Heraldo Costa, titular da comarca de Tartarugalzinho, o casamento coletivo nesta comunidade foi uma experiência excelente e inesquecível. “Foi uma cerimônia especial para todos, pois são cerca 50 km de estrada de chão para chegarmos até o local, mas poder propiciar este momento tão importante aos 10 casais que deram o sim coletivo simplesmente não tem preço”, ressaltou.

A comunidade, distante e majoritariamente ocupada por pescadores, agricultores e pecuaristas, se sentiu feliz em receber e ser abraçada pelo Poder Judiciário neste ato. Houve ainda uma ação de saúde com diversos tipos de atendimento, como serviços de vacinação geral dos presentes.

Com o objetivo de promover a inclusão social e a regularização jurídica de casais que não têm condições ou oportunidade de oficializar a união, o Programa Casamento na Comunidade já organiza uma próxima ação em Santa Rosa do Araguari, com previsão para o final do mês de agosto, levando ainda uma grande gama de ações e atendimentos em paralelo ao casamento na comunidade.  


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »