18/07/2019 às 16h00min - Atualizada em 18/07/2019 às 16h00min

“Comunicação Institucional do Poder Judiciário” é o tema da quinta rodada do Projeto InterAÇÃO

Juíza Elayne Cantuária, parabenizou a iniciativa e ressaltou a necessidade de discutir a temática para aperfeiçoar a comunicação tanto em âmbito interno, como no contato com a imprensa externa.

TJAP
Comunicação Institucional do Poder Judiciário foi a temática abordada na quinta edição do Projeto InterAÇÃO – Círculos de Diálogos, promovido pelo Tribunal de Justiça do Amapá e a Escola Judicial. (TJAP)

Comunicação Institucional do Poder Judiciário foi a temática abordada na quinta edição do Projeto InterAÇÃO – Círculos de Diálogos, promovido pelo Tribunal de Justiça do Amapá e a Escola Judicial. Conduzida pela equipe da ASCOM/TJAP, a rodada de diálogo contou com a presença das magistradas Elayne Cantuária e Laura Costeira, e diretores de departamentos e de divisões, chefes de secretaria, varas e juizados, além da equipe da assessoria de comunicação do TRE/AP e da coordenação de cursos da Escola do Legislativo do Amapá.

 Sob a condução dos jornalistas Bernadeth Farias (abordagem: Histórico da Comunicação Social e Relacionamento Judiciário X Imprensa), José Menezes (apresentou a temática voltada para o Rádio e a Televisão) e Aloísio Menescal (abordou sobre Mídias Sociais), o curso contou com noções básicas sobre comunicação institucional, apresentando as competências da Assessoria de Comunicação do Tribunal de Justiça; conceitos sobre telejornalismo, rádio, jornalismo na internet, e redes sociais. Também foram apresentadas produções diversas como matérias para o Portal de Notícias da Justiça, vídeos institucionais, programas de rádio, peças publicitárias, entre outros.

Com 30 anos dedicados ao jornalismo, José Menezes falou sobre a relação do Judiciário com a Imprensa, em especial o Rádio e Televisão. “Aprendemos muito ao longo dessa trajetória e nesta oportunidade de dialogar sobre comunicação pudemos transmitir um pouco desse conhecimento de forma simples para que eles se apropriem e saibam como se portar diante das câmeras e microfones caso sejam demandados”, afirmou o jornalista.

A presidente da Associação dos Magistrados do Amapá (AMAAP), juíza Elayne Cantuária, parabenizou a iniciativa e ressaltou a necessidade de discutir a temática para aperfeiçoar a comunicação tanto em âmbito interno, como no contato com a imprensa externa.. “Comunicação é um ponto crucial na atualidade, seja institucionalmente ou externamente, e para que possamos nos posicionar corretamente é salutar participar destes eventos e ouvir todos os segmentos”, pontuou.

O secretário executivo da Escola Judicial do Amapá, Paulo Guerra, comemorou os bons resultados obtidos durante os círculos realizados. “Todos que participam destas rodas de conversa têm o mesmo desejo, que é o de buscar conhecimento, e isso nos deixa muito contentes, pois a Justiça vive um momento novo, onde depositamos nossa confiança que por meio do diálogo e interação podemos atingir nosso objetivo, que é construir uma Justiça cada vez mais forte”, concluiu.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »