26/01/2022 às 11h51min - Atualizada em 26/01/2022 às 11h51min

Amapá anuncia que iniciará vacinação de crianças de 6 a 11 anos com Coronavac

Vacinas começam a chegar no Amapá a partir desta quarta-feira, 26.

Ascom/Gea
Foto: José Baía/Secom

O Ministério de Saúde, por meio de nota técnica, liberou o uso da CoronaVac para imunizar crianças de 6 a 11 anos, após a avaliação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Com isso, o Governo do Estado aguarda a chegada de uma nova remessa deste imunizante para distribuir aos municípios com foco na vacinação desta faixa-etária. A entrega está prevista para esta quarta, 26.

No estado, crianças a partir de 5 anos já estão sendo imunizadas contra a covid-19 com a vacina Pfizer.

 

Segundo o estudo da Anvisa, a efetividade da CoronaVac para evitar casos de hospitalização é de cerca de 90%. A Agência ainda regulamenta alguns critérios para a vacinação: pessoas imunocomprometidas não podem tomar a vacina; o esquema vacinal deve ser feito em duas doses com intervalo de 28 dias; o órgão não descarta a necessidade de uma dose de reforço.
 

O Governo do Estado seguirá as recomendações da nota técnica do Ministério, que ainda orienta:

  • Que a vacinação de crianças seja realizada em ambiente específico e segregado da vacinação de adultos, em ambiente acolhedor e seguro para a população específica. Não havendo disponibilidade de infraestrutura para essa separação, que sejam adotadas todas as medidas para evitar erros de vacinação;
  • Que a vacina contra Covid-19 não seja administrada de forma concomitante a outras vacinas do calendário infantil, por precaução, sendo recomendado um intervalo de 15 dias;
  • Que os profissionais de saúde, antes de aplicarem a vacina, informem ao responsável que acompanha a criança sobre os principais sintomas locais esperados;
  • Que os profissionais de saúde, antes de aplicarem a vacina, mostrem ao responsável que acompanha a criança que se trata da vacina Coronavac, que seja mostrada a seringa a ser utilizada e o volume a ser aplicado;
  • Que os centros/postos de saúde e hospitais infantis estejam atentos e treinados para atender e captar eventuais eventos adversos pós-vacinais em crianças;
  • Que seja adotado um programa de monitoramento, capaz de captar os sinais de interesse em farmacovigilância;
  • Mesma Formulação que aquela aplicada em adultos;
  • Mesma Dose: 600 SU em 0,5 mL;
  • Mesma Posologia: duas doses no intervalo entre 28 dias;
  • Conservação: 2 a 8 o C;
    Não aplicar em crianças imunocomprometidas.

 

Vacinas em estoque

Atualmente, a Unidade de Imunobiológicos da SVS não tem vacinas Coronavac em estoque, pois todas já foram entregues aos municípios. O Ministério da Saúde emitiu uma previsão para entrega de mais 12.480 doses de Coronavac e 9.900 doses de Pfizer pediátrica para quarta-feira, 26.


Notícias Relacionadas »
Comentários »