26/01/2022 às 19h45min - Atualizada em 26/01/2022 às 19h45min

Caso Henry: Jairinho contrata advogado que defendeu goleiro Bruno

Defesa de ex-vereador, réu acusado de matar menino Henry, agora é feita por Lúcio Adolfo da Silva e Telmo Bernardo Batista

Com informações do Metrópoles
Foto: Reprodução
O ex-vereador Jairo Souza Santos Júnior, o Jairinho, trocou de advogados no processo em que é réu acusado de torturar e matar Henry Borel, junto a Monique Medeiros, mãe do menino. Agora, assumem sua defesa Lúcio Adolfo da Silva e Telmo Bernardo Batista.

Os dois novos procuradores têm um currículo de clientes “famosos”. Lúcio Adolfo era advogado do goleiro Bruno Fernandes, condenado a 22 anos e três meses por matar 
Eliza Samudio.

 

Telmo Batista, por sua vez, advogou para o pai do pastor Anderson do Carmo, assistente de acusação contra a ex-deputada federal Flordelis Souza, suspeita de mandar matar o marido.

A petição foi encaminhada na última segunda-feira (24/1), e os novos advogados já foram formalizados pela juíza Elizabeth Machado Louro, do II Tribunal do Júri, nessa terça (25/1).

Na semana passada, a defesa de Monique Medeiros, mãe do menino Henry Borel, afirmou que ela foi ameaçada por uma advogada informal de Jairinho. Segundo o defensor de Monique, Thiago Minagé, a advogada criminalista Flávia Froés compareceu ao Instituto Penal Oscar Stevenson, em Bangu, na zona oeste do Rio de Janeiro, onde Monique estava presa, e a ameaçou “de forma velada”.

À sua defesa, Monique afirmou que está “apavorada” com as ameaças. “Ela disse que preciso assinar um documento assumindo a culpa pela morte do meu filho”, falou, em nota. Segundo a mãe de Henry, Froés afirmou que, mais cedo ou mais tarde, ela teria que assumir a culpa e livrar Jairinho. No diálogo, a advogada também teria dito que dariam um jeito de transferir ou tirar Monique da cadeia.



 


Notícias Relacionadas »
Comentários »