27/04/2019 às 06h00min - Atualizada em 27/04/2019 às 06h00min

Obras de ampliação e reforma do PSM Guamá está dentro do cronograma previsto

Zenaldo Coutinho, visitou as obras.

Agência Belém
O cronograma da obra no local está dentro do previsto para modernizar o prédio e atender as normas do Ministério da Saúde, com melhorias no diagnóstico, fluxos e atendimento dos pacientes. (Agência Belém)
O atendimento em urgência e emergência na rede municipal de saúde de Belém ganhará o reforço do novo Hospital Pronto Socorro Municipal Humberto Maradei Pereira (Guamá) no início de 2020. O cronograma da obra no local está dentro do previsto para modernizar o prédio e atender as normas do Ministério da Saúde, com melhorias no diagnóstico, fluxos e atendimento dos pacientes.

O prefeito de Belém, Zenaldo Coutinho, visitou as obras de reforma e ampliação do PSM do Guamá  e constatou que os serviços têm condições de serem concluídos até o fim do ano. “A população vai ganhar um novo espaço todo recuperado, reformado, com ampliação do número de leitos de 68 para 93, UTI ampliada com 10 leitos, novos equipamentos e tomografia. Tudo dentro do padrão exigido pelo Ministério da Saúde e para elevar nosso PSM de média para alta complexidade”, destacou o prefeito.

Esta é a primeira grande reforma desde a inauguração do PSM do Guamá e permitirá a ampliação no número de atendimentos. Um novo anexo está em fase de fundação pronta para receber a alvenaria. Essa nova área permitirá a expansão da UTI. Os demais setores estão passando por demolição e retirada de revestimentos antigos para instalação de tudo novo. Instalações elétricas, hidrossanitárias e de gases também serão revistas.

Para o secretário municipal de Saúde, Sérgio Amorim, além da ampliação, o destaque da reforma será a modernização do hospital com a adequação completa as normas de atendimento do Ministério da Saúde. “Tudo está projetado para que o hospital passe atender dentro dos padrões da classificação de risco os casos de alta complexidade, com modernidade e segurança. Uma das grandes mudanças será a instalação de um elevador exclusivo para transporte de paciente entre a sala vermelha e o centro cirúrgico”, detalhou o secretário.

A visita desta manhã foi acompanhada, ainda, por vereadores da Câmara Municipal de Belém. “Venho acompanhando as obras e serviços na área da saúde, a exemplo do recém inaugurado Dom Vicente Zico, e agora as obras de reforma e ampliação do Pronto Socorro do Guamá que passará a atender média e alta complexidade”, comentou o vereador Dr. Elenilson Santos.

“Durante essa visita conseguimos constatar a seriedade que a administração municipal trata a saúde", ponderou o vereador Fabrício Gama.

Investimento - A obra foi iniciada em dezembro de 2018 e só pôde ser agilizada com a inauguração do Hospital de Retaguarda Dom Vicente Zico, em março, quando os serviços que ainda estavam em funcionamento no PSM, bem como a equipe técnica, foram transferidos para o novo hospital. A desativação do hospital foi realizada de forma gradual e começou pela desativação da urgência e emergência para início da obra, enquanto os setores de internação, UTI e bloco cirúrgico continuaram em atendimento aos pacientes.

O investimento na reforma é de cerca de R$ 12 milhões, recursos do Banco do Brasil. Estima-se, ainda, mais R$ 1,6 milhões em novos equipamentos e modernização para o aumento no número de leitos de 68 para 93, ampliação em 11 leitos na UTI, além da instalação de tomógrafo e mais um elevador, dentre outras modernizações que vão possibilitar a elevação do hospital de média para alta complexidade.

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »