16/05/2022 às 14h31min - Atualizada em 16/05/2022 às 14h31min

Em Macapá, rede municipal de saúde passa a ofertar inserção do método contraceptivo DIU

A iniciativa faz parte do Programa "Saúde Para Todos".

Ascom/PMM
Foto: Reprodução/Ministério da Saúde

A partir desta segunda-feira (16), a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) passa a ofertar a inserção do Dispositivo Intrauterino (DIU) em três unidades da capital. A iniciativa faz parte do programa “Saúde Para Todos”, da Prefeitura de Macapá, e atenderá mulheres de qualquer idade que já tenham vida sexual ativa e não desejam engravidar.

Inicialmente, a colocação do contraceptivo será realizada nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) do bairro Coração e Padre Raul Matte, no Jardim Marco Zero. Além disso, o procedimento também estará disponível no Centro de Especialidades Dr. Papaléo Paes, localizado no São Lázaro.

De acordo com a subsecretária de Assistência à Saúde, Alessandra Reis, com a inclusão do serviço na rede municipal, será possível diminuir os índices de gestações não planejadas. As mulheres que desejarem passar pelo procedimento receberão consulta ginecológica e terão que realizar exames, todos disponíveis nas unidades.

“O ginecologista irá avaliar se o procedimento é indicado, além dos exames que irão comprovar se ela não está em suspeita de gestação ou grávida. Por se tratar de um procedimento sem anestesia, a mulher poderá sentir um desconforto, no entanto, temos uma equipe preparada para recebê-la”, afirma.

 

DIU
É um Dispositivo Intrauterino, método contraceptivo moldado em forma de “T”, que é introduzido no útero para impedir a gravidez. Deve ser colocado e removido pelo ginecologista nos primeiros dias do ciclo menstrual.


Notícias Relacionadas »
Comentários »