25/05/2022 às 07h58min - Atualizada em 25/05/2022 às 07h58min

Clínica-escola Coração Azul inicia testes para atendimentos de crianças com TEA em Macapá

Espaço é o primeiro centro educacional e clínico especializado em TEA de Macapá.

Ascom/PMM
Foto: Adevaldo Cunha/PMM

Com descontração e atividades lúdicas, cerca de 40 estudantes da rede municipal de ensino puderam experimentar como será o atendimento na clínica-escola Coração Azul. A programação ocorreu nesta terça-feira (24) e foi organizada para ajudar a estabelecer o fluxograma de atendimentos. Ação ofertou aulas de musicoterapia, psicomotricidade e atividades na sala sensorial.

A dona de casa Valdirene Garcia, de 28 anos, é mãe do Daniel Vítor, estudante de 5 anos da escola Profª Ubiraci Cordeiro, e conta que o filho estava sem qualquer tipo de atendimento clínico até então. Daniel é uma das crianças sem diagnóstico fechado que, com o atendimento multiprofissional, poderá ter o encaminhamento correto.

“Estou muito feliz de finalmente conseguir um espaço completo para meu filho. Com a demora para o diagnóstico, ele não conseguiu os tratamentos específicos para avançar na idade certa. Agora, isso poderá ser ajustado”, afirma a mãe.
 

Valdirene Garcia e o filho Daniel Vitor se divertem em sala de musicoterapia | Foto: Adevaldo Cunha/PMM

 

O ambiente da clínica-escola é completamente adaptado para acomodar as crianças com Transtorno do Espectro Autista (TEA) e isso vai desde o planejamento arquitetônico do espaço até a pintura, com cores serenas. É um espaço pensado no acolhimento, que leva em consideração as sensibilidades das crianças autistas.

A Coração Azul contará com equipe multiprofissional, incluindo psicólogos, fonoaudiólogos, nutricionistas, educadores físicos e outros, que ofertará atendimento especializado a pacientes com TEA.

A fisioterapeuta Agnes Araújo, de 28 anos, faz parte da equipe e diz estar empolgada por poder participar da primeira clínica-escola de Macapá.

“É uma honra para nós que trabalhamos com crianças especiais estar na linha de frente dessa iniciativa. A equipe inteira está empenhada em ofertar o melhor atendimento possível”, destaca.

 

A fisioterapeuta Agnes Araújo foi uma das profissionais que realizaram atendimentos durante esta terça-feira (24) | Foto: Léo Nilo/PMM

 

Inclusão

A clínica-escola foi inaugurada em maio e atenderá, inicialmente, 200 estudantes da rede municipal de ensino. A seleção dos estudantes levou em consideração dados fornecidos pelos pais e pelas escolas no momento da matrícula, buscando atender às crianças em maior vulnerabilidade social.

 

Esse é o primeiro centro educacional e clínico especializado em TEA de Macapá e a Prefeitura já estuda implantar outras unidades na cidade para promover maior cobertura aos estudantes com autismo das escolas públicas municipais.

As ações no espaço são realizadas de forma conjunta entre as secretarias municipais de Educação (Semed) e Saúde (Semsa), e os estudantes serão atendidos no contraturno das aulas.

Serviço
O espaço funciona na Av. Procópio Rola nº 1176, no bairro Central.


Notícias Relacionadas »
Comentários »