27/05/2022 às 11h50min - Atualizada em 27/05/2022 às 11h50min

Em Macapá, alunos da Escola Municipal Maestro Miguel criam horta orgânica em parceria com o TRE-AP

Produtos serão utilizados para complementar e enriquecer a merenda escolar.

Ascom/PMM
Foto: Léo Nilo/PMM

A Escola Municipal de Ensino Fundamental (Emef) Maestro Miguel, no bairro Perpétuo Socorro, conta com uma horta orgânica dentro da instituição para complementar e enriquecer a merenda escolar. E quem colocou a mão na terra foram os próprios alunos, que iniciaram o plantio de mudas e sementes de hortaliças.

A iniciativa é uma parceria da Prefeitura de Macapá com o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AP), que lançou o projeto “Cidadania e Sustentabilidade: Desafios da Agenda 2030” na escola. A cerimônia contou com a presença do presidente da Corte, desembargador Gilberto Pinheiro.
 

Horta terá mudas de alface, tomate, manjericão, couve e diversas outras hortaliças e legumes | Foto: Léo Nilo/PMM

 

A inauguração da horta é um exemplo do esforço contínuo do Município para atender, de forma completa, as necessidades dos estudantes, como ressalta o secretário municipal de Educação, Rodrigo Gomes.

“O projeto inaugurado aqui, em parceria com o TRE, será de grande importância para os estudantes. A intenção é que a horta sirva de modelo para levarmos o iniciativa para outras escolas municipais”, comenta o secretário.

A horta dentro da Emef Maestro Miguel oferece oportunidades pedagógicas únicas para a comunidade escolar. Os estudantes participarão de todas as etapas de cultivo, com aulas práticas sobre germinação de sementes, plantio das mudas e colheita, explica a diretora da escola, Cristina do Socorro.

“Nossa intenção é que todos os mais de mil estudantes da escola participem do projeto, do ensino fundamental ao Ensino de Jovens e Adultos. A prática com a horta vai possibilitar um contato com a natureza muito importante para a formação deles”, ressalta a diretora.
 

 

As secretarias municipais de Meio Ambiente (Semmas) e Educação (Semed) são parceiras do projeto. A meta é levar as hortas para várias escolas de Macapá.

A estudante do 4° ano, Lorrane Duarte, de 11 anos, estar empolgada com a iniciativa, e acredita que fará uma grande diferença para a comunidade da escola.

“Gostei muito que nós, os próprios estudantes, vamos cuidar da horta. Sou apaixonada por plantas. Vai ser ótimo ter esse espaço, ainda mais sabendo que ele vai ajudar na merenda”, conta a estudante.
 

 

A plantação terá mudas de alface, tomate, manjericão, couve e diversas outras hortaliças e legumes. Todos os ingredientes colhidos serão utilizados na cozinha da escola, para o preparo da merenda, como ressalta um dos organizadores do projeto, Cláudio Mendes.

“Com a horta, os estudantes vão manter contato direto com os ingredientes que acabam no prato. Assim, eles poderão valorizar e entender melhor as etapas até a colheita do alimento”, afirma Cláudio.

Além de incentivar hábitos alimentares saudáveis, a iniciativa também impulsiona a consciência ambiental, através de uma horta sem adição de produtos químicos.
 

Projeto é coordenado pelo TRE/AP em parceria com as secretarias municipais de Meio Ambiente e Educação | Foto: Léo Nilo/PMM

Notícias Relacionadas »
Comentários »