24/06/2022 às 14h17min - Atualizada em 24/06/2022 às 14h17min

Jovem usa ferro em brasa para marcar 22 de Bolsonaro na pele

Segundo a mãe, o adolescente ama Bolsonaro e sonha conhecer o político.

DOL com informações do Metrópoles
Foto: Divulgação

Fanatismo, amor ou loucura? como diz um ditado bastante popular no Brasil, "eu morro e não vejo tudo", você já deve ter ouvido essa frase em algum momento da sua vida, não é? A realidade é que ela vai faz ainda mais sentido ao conhecer a história de um jovem de Mirasol D'Oeste a 297 km de Cuiabá, no Mato Grosso.

Até que ponto você arriscaria a sua saúde para homenagear alguém que talvez nem saiba que você exista? Em um leilão de gado, um adolescente de 17 anos, identificado por Guilherme Henrique Moreira dos Santos que é emancipado. Segundo a mãe dele, Layane Moreira, de 36 anos, o rapaz decidiu eternizar na pele de uma forma bem rústica o seu amor pelo presidente da República, Jair Bolsonaro (PL).

Guilherme decidiu "tatuar" o 22 nas costas, número da legenda do presidente Bolsonaro, com ferro em brasa, que é utilizado para marcar bois em fazendas. Segundo a mãe do garoto, dia 12 de junho, durante um leilão no assentamento Roseli Nunes, evento em que o pai do adolescente era coordenador, era em prol do hospital de câncer de Barretos.

"Guilherme estava trabalhando na equipe de manejo de gado. Meu filho tem um grupo de amigos de esquerda, e ele se sentiu desafiado. E, como é um menino bem rústico e corajoso, pediu para um menino carimba-lo. Um não aceitou, mas o outro sim, e fez a marca". Detalha a mãe.

Ainda segundo Layane, durante a festa, os jovens a chamaram para contar a "surpresa" e mostrar a marca 22.

"Quando vi levei um susto, mas não tive muito o que fazer. Já estava feito e não tinha como tirar. Depois do leilão levamos ele ao médico, foi medicado e está cicatrizando. Mas tirei foto e mandei para uma colega que acabou compartilhando e viralizou", contou.

A mãe conta que o filho é tranquilo, inteligente e sonha conhecer Bolsonaro e que toda a família é bolsonarista, e acredita que depois da imagem viralizar o menino possa realizar o sonho de conhecer o presidente.

"Emancipamos porque ele queria trabalhar com máquinas pesadas, moramos em uma região de assentamento, onde a maioria das pessoas é de esquerda. Mas, minha família é toda bolsonarista, e andamos com um grupo grande aqui que também é, e o meu filho está certo que o voto dele é em nosso presidente", finalizou a mãe.


Notícias Relacionadas »
Comentários »