28/06/2022 às 18h05min - Atualizada em 28/06/2022 às 18h05min

Em Macapá, ‘Arraiá da Melhor Idade’ terá quadrilha junina com 60 idosos do projeto Viver é Melhor

Programação é nesta quarta-feira (29), na Praça Raimundo Adamor Picanço, localizada no bairro Beirol.

Ascom/PMM
Foto: Arquivo/PMM

Nesta quarta-feira (29), a festa junina continua na Prefeitura de Macapá, desta vez com idosos do projeto ‘Viver é Melhor’. Cerca de 60 participantes irão dançar ao som de quadrilha e muito carimbó. A atividade acontece na Praça Raimundo Adamor Picanço, localizada no bairro Beirol, atrás do SuperFácil.

O “Arraiá da Melhor Idade” faz parte das práticas integrativas da equipe do Núcleo Ampliado de Saúde da Família e Atenção Primária (Nasf).

“Nosso objetivo é sempre envolver essas pessoas em atividades que proporcione bem-estar e qualidade de vida e a dança faz parte, ajuda no fortalecimento e equilíbrio, tudo que eles precisam. Mas é importante frisar que sempre adaptamos conforme a limitação de cada um”, descreveu o educador físico, Mateus Miranda.

O arraiá terá ainda variedades de comidas típicas, organizado pelos participantes e familiares. “Esse é um público dedicado, sempre se propõe a ajudar nas festividades. O grupo já existe há anos, então, já somos uma família”, completa o educador.
 

Viver é Melhor
A Prefeitura de Macapá dispõe de profissionais de educação física, que trabalham a coordenação motora da terceira idade, além da oferta de consultas mensais de saúde. Atualmente, existem 17 grupos que desenvolvem atividades físicas para pacientes da terceira idade.

Para fazer parte do projeto, basta o interessado ir até uma Unidade Básica de Saúde, mais próxima de sua casa levar RG, CPF, cartão do SUS e comprovante de residência. Lá o paciente passará por avaliação médica para poder fazer parte do grupo.

 

Atualmente, existem 17 grupos que desenvolvem atividades físicas com idosos em Macapá | Foto: Arquivo/PMM

Notícias Relacionadas »
Comentários »