04/07/2022 às 13h29min - Atualizada em 04/07/2022 às 13h29min

Última igreja da pastora Flordelis fecha as portas no RJ.

A igreja Cidade do Fogo, comandada pela ex-deputada e pastora Flordelis e seus filhos, tinha outras cinco filiais e um templo em construção

Com informações do Metrópoles
Foto: Reprodução/PSD RJ
O último templo da igreja “Cidade do Fogo’, do Ministério Flordelis, foi fechado após quase um ano da prisão da pastora e ex-deputada federal. A unidade ficava no Mutondo, em São Gonçalo, região metropolitana do Rio.

Segundo informações confirmadas pelo Metrópoles, o pedido de fechamento foi da própria pastora. Como estava presa e sem conseguir custear os compromissos financeiros, ela optou por essa decisão

Além desse templo, Flordelis tinha outras cinco unidades e um templo em construção antes do assassinato do pastor Anderson do Carmo, em 2019. Era ele o responsável pela administração dos templos. A ex-deputada é acusada como a mandante do crime.

Com a notícia do suposto envolvimento da pastora e de seus filhos na morte de Anderson, os fiéis e até membros de sua família, foram esvaziando a igreja. As unidades do Jardim Catarina, em São Gonçalo, Pendotiba e Piratininga, em Niterói, foram as primeiras a fecharem as portas. Em seguida, a filial de Itaboraí e Itaipuaçu, em Maricá, também encerraram as atividades. Agora foi a vez a sede, no Mutondo.

 

Debandada

Mãe de mais de 50 filhos, entre biológicos e adotivos, os próprios filhos de Flordelis deixaram as igrejas para abrirem outras, levando os membros da Cidade do Fogo. Inclusive, um dos pontos foi passado para uma Assembleia de Deus.

Gerson da Conceição, o Gerson Baiano, filho de consideração da ex-deputada, foi o último a seguir esse caminho. Ele estava no comando da sede do Mutondo até o seu fechamento, mesmo após a prisão de Flordelis.

Agora, Gerson é dono de sua própria igreja, a Comunidade Evangélica Manassés, localizada a 1 km da antiga sede.

A Assembleia de Deus Ministério Saracuruna, que assumiu o ponto do Mutondo, chegou a negociar a venda de todo o mobiliário e equipamentos do Ministério Flordelis.

O novo templo chegou a funcionar por algumas semanas, mas eles acabaram desistindo do negócio. O local onde funcionava a igreja, agora é uma fábrica de lajes.


Notícias Relacionadas »
Comentários »