05/07/2022 às 21h01min - Atualizada em 05/07/2022 às 21h01min

Delivery por drones já é realidade em Aracaju (SE)

A utilização da aeronave pelo iFood foi autorizado pela Anac e está em operação desde janeiro de 2022

Metrópoles
Foto Reprodução

O céu é o limite para a equipe de inovação do iFood que, desde janeiro de 2022, tem operado com o apoio de drones no delivery na região de Barra dos Coqueiros, em Aracaju, capital de Sergipe. Com a alternativa, os pedidos que normalmente demorariam em torno de 25 a 55 minutos para chegar na casa do cliente, agora levam cerca de 15 minutos — sendo que o trecho pelo ar dura em média 5 minutos. 

A solução tecnológica ocorre em parceria com a fabricante Speedbird Aero — a primeira empresa a receber autorização da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) para operar com entregas comerciais utilizando drone no país. Com isso, o iFood se tornou pioneiro nos deliveries com trajeto aéreo. 

Para a foodtech, a aquisição do drone trouxe uma maior eficiência de operação e logística. Em muitos casos, o trajeto de entrega dos pedidos é longo e o entregador tem que andar por 10 quilômetros para chegar ao destino, pois precisa passar por uma rodovia ou por ter um retorno longe. Com o drone, o caminho é encurtado e viabiliza o atendimento em regiões mais afastadas. 

Logística 

No entanto, o drone não faz o trajeto inteiro da entrega, apenas parte da rota, e os entregadores fazem a parte final até o local de destino. Os pedidos também passam por uma triagem. De acordo com as exigências da Anac, é necessário ter um peso máximo de 2,5 kg. Por isso, os restaurantes parceiros verificam se a refeição se encaixa nas especificações permitidas e se a embalagem está dentro das dimensões compatíveis com a caixa de transporte da aeronave. 

O pedido então é levado para uma área especial autorizada para pouso e decolagem de drones, o “droneport”. O espaço foi posicionado em um local estratégico, próximo aos estabelecimentos que atendem por esse meio. Todo o trajeto aéreo é monitorado pela equipe da Speedbird. 

As rotas são pré-estabelecidas e o drone faz o caminho em um voo automatizado até o outro ponto de droneport em Barra dos Coqueiros. Após a aterrissagem, um entregador assume a entrega em um modal por meio terrestre. O iFood já realizou mais de 500 entregas com a utilização de drones, em Aracaju.


Notícias Relacionadas »
Comentários »