29/07/2022 às 10h38min - Atualizada em 29/07/2022 às 10h38min

Dr Furlan diz que recebeu pedido de propina do emissário de juiz eleitoral.

Da Redação
Em live na manhã desta sexta-feira (29), o prefeito de Macapá, Antônio Furlan se defendeu a respeito da operação da Polícia Federal deflagrada nesta manhã que cumpriu mandados de busca e apreensão na sua residência e também na sede na prefeitura da capital.

A operação é referente às eleições de 2020.

“Existe no TRE um conflito de competência se cabe ao Ministério Público Estadual ou o procurador regional eleitoral e esse conflito foi num primeiro momento tentado que a gente entrasse, recebemos do emissário do juiz eleitoral Orlando Souza pedindo propina para que a decisão fosse dada para o Ministério Público Eleitoral”, detalhou o prefeito.

“É uma articulação arquiteta pelo Senador Davi Alcolumbre e seu irmão Josiel que vive ameaçando todos usando o nome da Polícia Federal”.


Confira a nota na integra:


Notícias Relacionadas »
Comentários »