29/04/2019 às 06h00min - Atualizada em 29/04/2019 às 06h00min

Polícia Civil prende segundo envolvido em tentativa de homicídio de policial militar em Belém

O crime ocorreu em 18 de março deste ano, na área da feira da Rua Oito de Maio, no bairro da Agulha, distrito de Icoaraci, capital paraense

PC
DHAP prenderam na Ilha de Cotijuba, em Belém, em cumprimento a mandado de prisão preventiva, Brendo Henrique Martins da Serra, 24 anos, de apelidos "Balabaju" ou "Batoré". (PC)

Policiais civis da Delegacia de Homicídios de Agentes Públicos (DHAP) prenderam na Ilha de Cotijuba, em Belém, em cumprimento a mandado de prisão preventiva, Brendo Henrique Martins da Serra, 24 anos, de apelidos "Balabaju" ou "Batoré". Ele é apontado como um envolvidos na tentativa de homicídio do cabo da Polícia Militar, Antônio da Luz Bernardino da Costa, conhecido como Negão do Moura. O crime ocorreu em 18 de março deste ano, na área da feira da Rua Oito de Maio, no bairro da Agulha, distrito de Icoaraci, capital paraense. Brendo é o segundo preso por envolvimento no crime.

No último dia 6, foi preso, no bairro de Canudos, em Belém, Jonas Gabriel Oliveira da Silva, 18 anos, de apelido Loirinho, acusado de ter usado uma pistola calibre 9 mm para efetuar diversos disparos contra o policial militar. Na ocasião em que foi preso, Jonas Silva confessou a participação no crime, mas negou ter efetuado os disparos de arma de fogo contra a vítima, alegando ter apenas atuado como motorista de um carro usado no crime. Brendo Henrique estava escondido na casa de familiares em Cotijuba, região das ilhas de Belém. Ele foi preso após período de monitoramento do investigado nessa área.

A prisão do procurado contou com o apoio da Companhia Independente de Policiamento Fluvial (CIPFLU) da Polícia Militar do Estado do Pará e de policiais militares do Destacamento da Ilha de Cotijuba vinculado ao 10° Batalhão da PM. A ordem de prisão de Brendo foi expedida pela Vara de Inquéritos e Medidas Cautelares de Belém. Ele foi identificado durante investigações desencadeadas pela equipe de policiais civis da DHAP. Além de Brendo e de Jonas, que já estão presos, as investigações resultaram nas identificações de outros quatro envolvidos no crime e do mandante da empreitada criminosa. Um quinto envolvido na tentativa de homicídio ainda não foi identificado. 

Após ser preso, Brendo Henrique foi conduzido à sede da DHAP, no Centro Estadual Integrado de Inteligência (CEII), na Avenida José Bonifácio, bairro de São Brás, em Belém, para prestar depoimento. Após isso, o preso ficou de ser conduzido a exame pericial no Centro de Perícias Científicas Renato Chaves, para, em seguida, ser recolhido à disposição da Justiça. A prisão foi efetuada por equipe policial comandada pelo delegado Davi Cordeiro, titular da DHAP. O delegado explica que as investigações irão continuar para identificar o último integrante da associação criminosa responsável pelo crime e prender os demais foragidos.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »