25/09/2023 às 20h51min - Atualizada em 25/09/2023 às 20h51min

Lula diz que gênero não será critério para escolha no STF

Lula e ministra Rosa - Foto: Ricardo Stuckert
Desde que foi informada a necessidade de escolha de um novo membro para o Supremo Tribunal Federal (STF), o qual irá substituir a ministra Rosa Weber, discussões sobre quem deveria ocupar o cargo tomam conta do cenário político brasileiro. Diversas categorias vêm militando pela escolha de uma mulher para o supremo.

Com relação a essas pressões populares, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) se pronunciou nesta segunda-feira (25/9) e foi enfático ao afirmar que o gênero da pessoa não será um critério para a escolha do novo membro do STF.

A resposta do ministro foi realizada durante questionamentos da imprensa no Palácio do Itamaraty. Durante a conversa, Lula afirmou estar tranquilo e que escolherá alguém que “atenda aos interesses e expectativas do Brasil”.

“O critério não será mais esse. Eu estou muito tranquilo para escolher uma pessoa que possa atender aos interesses e expectativas do Brasil. Uma pessoa que possa servir ao Brasil, que tenha respeito à sociedade brasileira. Uma pessoa que vote adequadamente. Não se depende dessa questão de gênero”, explicou.

Independente do gênero, o presidente prosseguiu afirmando que escolherá "a pessoa mais correta que eu conhecer, que vai ser uma grande pessoa, que é isso que o Brasil precisa”, concluiu Lula.

Em meio a especulações sobre quem será o novo ministro, o nome de Flávio Dino aparece como um dos mais cotados para assumir este cargo. Apesar dos rumores, Dino vem se mostrando discreto sobre sua indicação e chegou a desautorizar que qualquer pessoa fale nele como candidato ao STF.



Com informações do Metrópoles


Notícias Relacionadas »
Comentários »