12/02/2020 às 08h00min - Atualizada em 12/02/2020 às 08h00min

Rurap capacita técnicos que vão orientar famílias rurais no desenvolvimento de projetos

200 famílias de três municípios devem ser beneficiadas com programa Fomento Rural, que visa ampliar a produção de alimentos e as atividades geradoras de renda.

Ascom - GEA
Capacitação é voltada para o Programa Fomento Rural. Foto: Philippe Gomes/Secom
Técnicos do Instituto de Extensão, Assistência e Desenvolvimento Rural do Amapá (Rurap) participam nesta terça (11) e quarta-feira (12), de uma capacitação sobre o Programa Fomento Rural, que tem como agente facilitadora, Gabriela Pudenzi, do Ministério da Cidadania.

“Estamos iniciando com essa capacitação, a partir de agora é começar a reunião nos municípios para seleção das famílias e, futuramente, implantarmos o programa nos demais municípios”, disse a coordenadora.

O Rurap busca atender 200 famílias dos municípios de Macapá, Mazagão e Santana.

Segundo Darciane Gomes, coordenadora do programa no Amapá, cada família terá direito a um recurso no valor de R$ 2.400 para desenvolver seu projeto produtivo. Esses projetos serão orientados e acompanhados pelos técnicos da extensão rural do Rurap.

“Temos uma equipe multidisciplinar bem diversificada, o que irá facilitar a variedade dos projetos produtivos dentro dos municípios participantes do programa”, explicou Darciane.

Política de inclusão produtiva

O estado do Amapá aderiu ao Fomento Rural através de Acordo de Cooperação Técnica (ACT) firmado entre o Rurap, a Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR) e o Ministério da Cidadania, no final de 2019.

Para Gabriela Pudenzi, o programa é uma inovação importante no conjunto das políticas públicas de superação à pobreza rural, pois incentiva a inclusão produtiva de famílias rurais que estão em condição social mais vulnerável.

“O acompanhamento social e produtivo das famílias é um elemento fundamental para melhorar a condição de vida. Para isso, são realizadas visitas domiciliares periódicas, fortalecendo os laços entre as famílias atendidas e os técnicos que as acompanham, buscando garantir que essas famílias também possam acessar outras políticas públicas estaduais e federais necessárias à redução de suas vulnerabilidades”, disse Pudenzi.

No total foi disponibilizado um montante de R$ 480 mil para o Amapá executar o Fomento Rural este ano. O programa tem 3 anos de prazo para execução, podendo ter aumento do quantitativo de famílias e recursos, para que seja disponibilizado para os demais municípios do estado.

Programa Fomento Rural

Tem o objetivo de apoiar a estruturação produtiva das famílias rurais mais pobres e o desenvolvimento do projeto produtivo de cada uma, afim de que ampliem ou diversifiquem a produção de alimentos e as atividades geradoras de renda para a família, contribuindo para a melhoria da segurança alimentar e nutricional e a superação da pobreza.


Notícias Relacionadas »
Comentários »