22/02/2020 às 11h00min - Atualizada em 22/02/2020 às 11h00min

Agência Amapá apresenta estudo para a implantação do Polo Industrial de Mazagão

Governo do Estado e Prefeitura de Mazagão somam forças para a viabilização do projeto. Exposição aconteceu na Câmara de Vereadores da cidade.

Ascom - GEA
Coordenador Wagner apresentou estudos realizados pelos técnicos do Governo. Foto: Waldir Jr./ Câmara Municipal de Mazagão

A Câmara de Vereadores de Mazagão discutiu nesta quinta-feira, 20, a viabilização do Distrito Industrial no município. Agência de Desenvolvimento Econômico do Amapá (Agência Amapá) participou da sessão ordinária apresentando estudos para a implantação do distrito.

A Agência Amapá confirmou, em exposição, que cumpre o acordo do termo de cooperação técnica entre o Governo e a Prefeitura de Mazagão, assinado em março de 2019. Apresentando, ainda, o estudo de viabilidade da implantação do Polo Industrial de Mazagão, que aponta a existência de uma área de 708,82 hectares, favorável para implantação do distrito industrial, localizada na Ilha das Barreiras.

De acordo com o diretor de Desenvolvimento Setorial e Regional da Agência Amapá, Joselito Abrantes, durante a sessão foi consenso a implantação do distrito. No entanto, o principal entrave hoje é a questão da regularização fundiária, já que a área delimitada pertence à União.

“O Governo tem interesse que o distrito entre de fato em funcionamento o mais breve possível, pois trará desenvolvimento não apenas para Mazagão, mas para todo o Amapá. A Agência tem orientado e executado tarefas por meio de termo de cooperação. Agora vamos colocá-lo na lista de prioridades do Estado para que, em conjunto com a nossa bancada federal, possamos urgentemente destravar a questão do repasse das terras da União para o nosso Estado”, explicou Abrantes.

Desenvolvimento

O distrito industrial vai alavancar a economia do município de Mazagão e está em discussão desde 2015. Já no ano passado, um termo de cooperação técnica foi firmado com o Estado, através da Agência Amapá, que garantiu o mapeamento da área e todos os estudos necessários para o levantamento de dados do local.

O prefeito de Mazagão, Dudão Costa, falou que a prefeitura é a atual responsável pela execução do plano de trabalho, porém, nos próximos dias deve ser formalizado o repasse de responsabilidade para o Governo do Estado.

“É um projeto grandioso, que vai trazer desenvolvimento para o município e o crescimento de emprego e renda. Por esse motivo, nos próximos dias iremos formalizar o interesse de repassar para o Governo do Estado, que tem técnicos capacitados e maiores condições, conforme ficou provado nas primeiras etapas do processo”, afirmou o prefeito.


Notícias Relacionadas »
Comentários »