08/05/2019 às 10h00min - Atualizada em 08/05/2019 às 10h00min

Vara de Execução de Penas e Medidas Alternativas da Comarca de Macapá destina verbas pecuniárias a projetos sociais

A primeira instituição a receber o recurso foi o Corpo de Bombeiros Militar do Amapá, por meio do projeto “Nadadores do Amanhã”.

TJAP
O valor repassado às entidades é oriundo de penas de prestação pecuniária aplicadas pela unidade judiciária. (TJAP)

Três entidades assistenciais selecionadas pela Vara de Execução de Penas e Medidas Alternativas da Comarca de Macapá (VEPMA) receberam recursos que serão utilizados para custeio de projetos sociais, por meio de cooperação com a Justiça do Amapá. O valor repassado às entidades é oriundo de penas de prestação pecuniária aplicadas pela unidade judiciária.

Para o Juiz Rogério Funfas, titular da VEPMA, a medida é uma forma de devolver à sociedade os recursos arrecadados, por meio de projetos de inclusão social e prevenção da violência. “O que nos deixa mais satisfeitos é saber que o dinheiro é utilizado na prevenção e intervenção em situações de risco e vulnerabilidade. No que depender de nós essas parcerias vão continuar, evitando que lá na frente a gente venha a lamentar uma situação que nós podemos evitar hoje”, afirmou.

 

A primeira instituição a receber o recurso foi o Corpo de Bombeiros Militar do Amapá, por meio do projeto “Nadadores do Amanhã”, que atende 253 crianças em situação de vulnerabilidade social na faixa etária de 9 a 16 anos. Com o cheque em mãos, o comandante geral da corporação, Coronel Wagner Coelho Pereira disse: “Nossos projetos só dão certo porque temos parceiros como a Justiça do Amapá e esse recurso será bem utilizado em prol das crianças que nos darão orgulho. Quem sabe daqui não sairá um nadador campeão de renome”, agradeceu.

O Centro de Recuperação Lírios do Vale, localizado no distrito de Paredão, município de Porto Grande, foi outra instituição beneficiada. O cheque, entregue à professora aposentada Alda Maria da Cruz, de 61 anos, idealizadora do projeto social, irá ser aplicado na recuperação de dependentes químicos. “Agradeço imensamente ao Judiciário amapaense por nos dar esse apoio. O recurso será utilizado na aquisição de materiais de construção, equipamentos e alimentação dos reeducandos que se encontram internados na nossa unidade”, esclareceu.

 

Irmã Letícia Santa Brígida, diretora da creche Nossa Senhora de Nazaré, localizada no bairro Universidade e que atende crianças de 2 a 5 anos, foi a terceira instituição beneficiada com um cheque repassado pela VEPMA. “Tudo o que é dado com amor tem seu valor. Portanto muito obrigado ao Judiciário do Amapá e pode ter certeza que será um dinheiro bem aplicado”, afirmou.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »