24/07/2020 às 19h19min - Atualizada em 24/07/2020 às 19h19min

Coronavírus se “camufla” para enganar sistema imunológico.

Da Redação
Foto: Reuters/Dado Ruvic/Direitos Reservados.
Segundo a pesquisa publicada nesta sexta-feira (24) pela “Nature Communications”, o  vírus usa uma enzima para modificar seu próprio material genético e não ser reconhecido como um corpo estranho pelo sistema imunológico. 

O estudo analisou a estrutura da enzima nsp16, que permite que o vírus faça mudanças em seu RNA mensageiro. Essa 'camuflagem' é necessária para que o coronavírus possa invadir as células do organismo e sobreviver dentro delas. 

De acordo com Yogesh Gupta, principal pesquisador pelo Centro de Ciências da Saúde da Universidade do Texas em San Antonio (UT Health San Antonio), essa pesquisa pode ajudar no desenvolvimento de novos medicamentos contra a Covid-19. 

“É uma camuflagem". "Por causa das modificações, que enganam a célula, o RNA mensageiro do vírus é considerado parte do código da célula, não um estranho", explica Gupta.

Segundo os cientistas, outras moléculas pequenas já foram encontradas conseguindo inibir a ação da enzima, mas desvendar a estrutura em três dimensões da nsp16 pode ajudar na produção de medicamentos. Pois só assim, o sistema imunológico atacaria diretamente o vírus invasor.

Notícias Relacionadas »
Comentários »