01/08/2020 às 15h51min - Atualizada em 01/08/2020 às 15h51min

Porco que "até late e corre atrás dos carros" é a sensação em MS.

Animal escapou do chiqueiro e passou a conviver e se comportar como os cachorros.

Da Redação
Foto: Pedro Tavares/Arquivo Pessoal
O porco Titico de apenas 6 meses foi um presente para o filho da dona de casa Néia do Carmo, de 34 anos, em Aquidauana, região oeste do Mato Grosso do Sul. Logo que ele chegou a família fez um chiqueiro, mas ele escapou e passou a conviver com os cachorros, agindo e até se alimentando igual a eles.

“Meu filho ganhou ele bem pequeno, com 15 dias de vida. Ele trouxe para casa, aqui tem muito mato ao redor e fizemos um chiqueirinho para ele. Só que não adiantou nada, porque logo ele saiu e começou a passear por aqui. Com o tempo, ele se tornou a sensação do bairro e todo mundo ama o Titico", conta a dona de casa. 

O porquinho é exigente, e não come nenhuma verdura, prefere comida e a ração dos cachorros, gosta de arroz, feijão, carne. 

Recentemente as pessoas acharam  que o Titico havia fugido e começaram a divulgar nas redes sociais, mas não demorou muito e ele voltou para casa. 

Um dos vizinhos o microempresário Pedro Torres Monteiro, de 48 anos, que convive com Titico conta: "Ele era bem novinho quando chegou e agora fica aqui, solto e brincando com os cachorros. Aliás, ele se comporta como um deles e até corre atrás das motos. Os outros cachorros vão junto latindo. E todo mundo acha interessante este comportamento dele". 

Outra vizinha Vanessa de Souza, de 33 anos , afirma que o porquinho é a “sensação do bairro”, que ele é de estimação e todo mundo gosta dele.

Notícias Relacionadas »
Comentários »