18/05/2019 às 12h00min - Atualizada em 17/05/2019 às 12h00min

Cuidadores escolares são capacitados para atendimento a alunos com deficiência

Formação abordou primeiros socorros, alimentação e higienização das crianças com deficiência, bem como dicas de como locomover uma pessoa de cadeira de rodas.

Portal Amapá
Mais de 100 novos cuidadores escolares participaram da formação, oferecida pela Secretaria de Estado da Educação. (Erich Macias/Seed)

A Secretaria de Estado da Educação (Seed) realizou a primeira formação dos novos cuidadores escolares para alunos com deficiência. O I Seminário de Orientação ao Cuidador Escolar aconteceu no auditório do Centro de Educação Profissional de Música Walkíria Lima, em Macapá, e compõe a 3ª fase do edital de seleção para contratação de cuidador.

O seminário, organizado pelo Núcleo de Educação Especial (Nees/Seed), abordou assuntos relacionados ao deslocamento, locomoção, alimentação e higiene de pessoas com deficiência, comportamento, orientação sobre a comunicação com familiares, bem como noções de primeiros socorros. A formação obteve apoio do Serviço Social do Comércio (Sesc) Amapá e Corpo de Bombeiros Militar do Amapá (CBM/AP).

A gerente do Nees/Seed, Cristiane Barbosa, frisou que o apoio dos cuidadores escolares é fundamental para a inclusão dos alunos com deficiência nas escolas regulares. “A inclusão só é efetiva quanto há um tripé: o acesso à escola, a permanência na unidade e a aprendizagem. Os cuidadores dão esse suporte na permanência, pois são eles que auxiliam esses estudantes no autocuidado e nas atividades escolares”, considerou Cristiane.

O cuidador auxilia os professores no atendimento dos alunos com deficiência e/ou transtorno globais do desenvolvimento; ajuda os alunos com deficiências na locomoção, higiene ou alimentação na escola ou em atividades escolares extraclasses; realiza procedimento de higiene e cuidados em alunos com necessidades educacionais específicas; ministra, via oral, medicamentos com autorização dos responsáveis pelos alunos, quando necessário. E, por fim, comunica aos gestores, sempre que necessário, as ocorrências relacionadas ao aluno.

Após a formação, os mais de 100 cuidadores selecionados receberam o certificado de participação, assinaram o contrato e pegaram a carta para apresentação nas escolas estaduais. A cuidadora escolar Acleania Braga, 48 anos, comentou que a capacitação é essencial para que as pessoas que cuidam de crianças com deficiências tenham mais segurança e conhecimento, tanto para ajudá-lo na sua alimentação e higiene, quanto na aprendizagem.

“Queremos dar todo o auxílio necessário para que o nosso aluno com deficiência seja bem cuidado no ambiente escolar, assim como tenha sucesso em sua aprendizagem. Esse é o nosso papel, e as formações nos ajudam muito nesse aspecto”, frisou Acleania, nova cuidadora escolar.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »