04/08/2020 às 10h56min - Atualizada em 04/08/2020 às 10h56min

Polícia resgata 17 animais que sofriam maus- tratos em Macapá.

Os animais eram mantidos em cativeiro. Cinco pessoas foram responsabilizadas criminalmente.

Polícia Civil
Foto: Polícia Civil
No mês de julho, a Polícia Civil do Estado do Amapá, por meio da Delegacia Especializada em Crimes Contra o Meio Ambiente (DEMA), resgatou 17 animais que estavam sofrendo maus-tratos e sendo mantidos em cativeiro.

De acordo com a Delegada Lívia Pontes, titular da DEMA, o resgate dos animais e a responsabilização criminal dos infratores foram possíveis através de denúncias recebidas e boletins de ocorrências registrados de forma on-line.

“Por meio do disque-denúncia (96) 98148-7378, recebemos informações acerca das condições em que os animais estavam vivendo. Diligenciamos nos locais informados e constatamos a veracidade dos fatos noticiados. Conseguimos resgatar quinze cães, com o apoio de ONGs que se dedicam à causa animal, e duas aves neste mês de julho, bem como responsabilizar criminalmente cinco pessoas. Agradecemos aos denunciantes por colaborarem com nosso trabalho e pedimos que a população continue denunciando”, destacou a Delegada.

No caso dos papagaios que estavam sendo mantidos em cativeiro, uma pessoa foi circunstanciada nos termos do art. 29, parágrafo 1º, inciso III, da Lei de Crimes Ambientais. Nos demais casos, quatro pessoas responderão por maus-tratos, conforme o art. 32 da Lei de Crimes Ambientais. Outros infratores ainda estão sendo investigados, nos procedimentos que seguem em curso.

As aves foram encaminhadas à Reserva Particular do Patrimônio Natural Revecom (em Santana) e os cães para organizações não governamentais parceiras.

Notícias Relacionadas »
Comentários »