07/08/2020 às 14h53min - Atualizada em 07/08/2020 às 14h53min

Avião se parte em dois ao pousar na Índia.

A aeronave estava chegando de Dubai e tinha como objetivo repatriar indianos em meio à pandemia do novo coronavírus.

Da Redação
Foto: Defesa Civil da Índia / EFE
Nesta sexta-feira (7), uma aeronave da Air India Express com 191 passageiros, se partiu em dois pedaços ao pousar no  aeroporto de Calicute, no sul da Índia. Tudo teria acontecido por volta das 19h (hora local, 11h30 em Brasília).

Segundo o superintendente da polícia local, Abdul Karim, "Acreditamos que há duas pessoas mortas e 35 feridas, ainda estamos no meio dos esforços de resgate". 

O jornal "Times of India", noticiou que o voo tinha como objetivo repatriar cidadãos indianos em meio à pandemia do novo coronavírus.

Redes de televisões locais afirmam que a fuselagem do avião teria se partido em duas após a aeronave cair em um barranco por ter ultrapassado a pista de pouso. 

Em nota o Ministério da Aviação Civil da Índia informou que as fortes chuvas estão dificultando o resgate dos passageiros. 

O aeroporto de Koode, fica na cidade de Calicute, no estado de Kerala.

No Twitter, o ministro da Defesa, Rajnath Singh lamentou a tragédia. "Estou profundamente angustiado pelas vidas perdidas neste acidente com vários passageiros no voo da Air India Express. Nessa hora de luto, meus pensamentos estão com os familiares. Rezo pela rápida recuperação dos feridos", escreveu ele.

Notícias Relacionadas »
Comentários »