17/05/2019 às 22h00min - Atualizada em 17/05/2019 às 22h00min

Justiça do Amapá apoia Campanha de combate à Violência Sexual Contra Criança e Adolescente

TJAP coloca alguns canais a disposição da população para denúncias e sugestões.

TJAP
A Juíza titular da Vara da Infância e Juventude de Santana, Larissa Noronha Antunes, destaca a importância de ações com práticas efetivas de combate a violência contra Crianças e Adolescentes. (TJAP)

Com o tema “Salve uma Infância”, a Justiça do Amapá mais uma vez entra na campanha que marca o Dia Nacional de Combate ao Abuso e Violência Sexual Contra Crianças e Adolescentes, que acontece anualmente em 18 de maio. Instituído por meio da Lei nº 9970/2000 a data lembra que a violência contra crianças e adolescentes ainda é presente e vem se manifestando de diversas formas, tanto física, psicológica e sexual.

A Juíza titular da Vara da Infância e Juventude de Santana, Larissa Noronha Antunes, destaca a importância de ações com práticas efetivas de combate a violência contra Crianças e Adolescentes.

“Os traumas provocados na vida das crianças e adolescentes, e também em suas famílias, são muito marcantes. Queremos combater essas dificuldades e punir os criminosos. Por esse motivo, precisamos da participação de cada cidadão. Precisamos pensar que esse é um assunto de todos”, destacou.

Por se tratar de um tema tão delicado e complexo, o Tribunal de Justiça do Amapá (TJAP) coloca alguns canais a disposição da população para denúncias e sugestões.

Simbologia da data

O dia 18 de maio surgiu para lembrar que nesta data no ano de 1973 foi encontrado o corpo, com marcas de abuso sexual, da menina Araceli Cabrera Sanches Crespo, em Vitória-ES. O crime bárbaro chocou todo o país e ficou conhecido como o “Caso Araceli”. A garota foi morta por jovens de classe média alta daquela cidade.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »