12/08/2020 às 12h49min - Atualizada em 12/08/2020 às 12h49min

Amapá é o 14* estado que menos denunciou pelo “Ligue 180”, em 2019.

Da Redação
Foto:Egard GarridoReuters/Direitos Reservados.
Em 2019, ano que dobrou o número de feminicídios no estado, o Amapá ocupou o 14* lugar no ranking dos estados que menos denuncia pelo telefone 180. 

Segundo os dados do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH), no ano de 2019 o Amapá apresentou o número de 27 denúncias feitas “Ligue 180” para cada 100 mil habitantes. 

Nesta quarta-feira (12), é o dia Estadual de Combate ao Feminicídio, essa data foi escolhida em homenagem a cabo Emly Karine de Miranda, que foi brutalmente assassinada, aos 30 anos de idade, pelo ex-namorado. 

“Ligue 180” O que é? 

O Ligue 180 é uma central telefônica que atua como um disque-denúncia. É um programa nacional que recebe denúncias de assédio e violência contra a mulher e as encaminha para os órgãos competentes.

Além disso, também é possível obter orientações sobre serviços da rede de atendimento, direitos da mulher e legislação.
Esta Central de Atendimento à Mulher em Situação de Violência é um serviço de utilidade pública, gratuito e confidencial que funciona 24 horas, todos os dias da semana, inclusive nos feriados. O anonimato é garantido.

As denúncias podem ser feitas de qualquer lugar do Brasil e de mais 16 países. Além do 180, as denúncias de violência doméstica podem ser feitas em qualquer delegacia, com o registro de um boletim de ocorrência. Há ainda um aplicativo para celular, o 'Clique 180', que traz diversas informações importantes, como os tópicos da Lei Maria da Penha.

A denúncia pode fazer a diferença entra uma agressão e o feminicídio. Não tenha medo. Denuncie!

Notícias Relacionadas »
Comentários »